Sábado, 24 de Abril de 2010

Há quase um ano...

O dia corria na perfeiçao!! Apesar da ameaça da chuva no fim da missa que, não passou disso mesmo, uma ameaça. O dia da comunhão do nosso afilhado, prometia ser um dia bonito...Depois das fotos seguimos para o restaurante, a boa disposição durante o almoço foi uma constante para todos...até que, tudo se desmoronou...uma crise epiléptica (pensei) mas foi uma crise diferente, muito mais prolongada, com vómitos e um estado de prostração anormal...chamamos o INEM e, foi levado à urgência do hospital de Gaia!Segui logo atrás, acompanhada do meu irmão...

Chegada à urgência, fui chamada para confirmar o que tinha acontecido, falei à médica da epilepsia e da medicação que tomava que, nas ultimas análises se encontrava tóxica, tinha sido feito um ajuste recentemente... Foi-me dito que deveria ficar duas horas em observação!No fim desssas duas horas de espera fui ao serviço informativo saber o que se passava, se ainda estava demorado...foi-me dito que só faltava ser avaliado e logo teria alta. Mais uma hora se passou...fui de novo pedir informações, tinha feito uma TAC, só dali por duas horas teria o resultado...decidi vir a casa para vestir uma roupa mais confortavél, estava a entrar para o carro do meu irmão, quando lembrei de voltar ao serviço informativo para deixar o meu contacto, no caso de ter alta mais cedo e, pedi para o ver!Muito prestável, a funcionária disse que, seria dificil uma vez que se encontrava na área laranja , mas que ia tentar...voltou logo de seguida! A médica pretendia falar comigo, já tinha o resultado da TAC...Havia sangue no cérebro, possivelmente um vaso que se teria rompido, seria transferido para o Hospital de Sto.António, uma vez que no de Gaia não há neurocirurgia...

Não tive logo consciência da gravidade da situação.. mal cheguei a casa, liguei para o HGSA e logo me foi dito que era grave!!Fui logo lá, a médica começou por me dizer que podia ser apenas um sangramento e que, nesse caso ficaria no hospital cerca de dez dias para prevenir que o sangue infectasse os outros vasos...depois falou-me da possibilidade de ser um aneurisma, aí o quadro era mais complicado porque seria necessária uma cirurgia arriscada para clipar o aneurisma...enquanto falava, ia-me mostrando as imagens da tomografia de contraste que lhe faziam naquele momento...disse-me que a idade era um factor importante nestes casos, que um homem com mais de 50 anos, com uma hemorragia daquelas estaria em coma...o meu marido estava consciente (e esteve até entrar para o bloco)entretanto ele chegou do exame e, fui vê-lo...instantes depois a médica confirmou que se tratava mesmo de um aneurisma e que seria operado no dia seguinte...passava pouco da meia noite quando o enfermeiro me pediu que voltasse para casa...tanto ele (meu marido) como eu precisavamos descansar...

Chegada a casa, vim procurar mais informação na net...melhor não o tivesse feito, não encontrei nada de positivo, era tudo o mais negativo possivel...mas nunca perdia a esperança de que as coisas iriam correr bem com o meu marido!!O meu marido foi operado no dia 25 de Maio, às 19h pelo Dr.Ernesto Carvalho e a sua equipa!Uma longa cirurgia de 5horas... de hora a hora o Dr.Pedro Pinto(anastesista), vinha dar-me informações de como estava a correr a cirurgia...correu bem, e no fim da mesma ele foi reanimado, à saida do bloco ainda bastante sedado, ja falou comigo...acompanhei-o até aos cuidados intensivos e depois voltei a casa...tinha sido um dia desgastante, mas a cirurgia tinha corrido bem e, contra tudo o que ia sabendo sobre aneurismas, eu acreditava que iamos ultrapassar este mau momento!! 

Os dias que se seguiram não foram fáceis....esteve 3 dias nos cuidados intermédios pós-operatórios...depois passou para os cuidados intermédios do serviço de neurocirurgia...ai, foi-me dito que estava a evoluir bem, mas que tinha uma infecção respiratória que já estava a ser tratada! Mas eu ainda não tinha o meu marido de volta, havia momentos em que falava comigo normalmente, outros em que era como se eu não existisse...eu estava la das 11 da manhã às 8 da noite e, havia momentos em que desesperava....cinco dias após a cirurgia, um sábado, a febre reiniciou, voltou a ficar prostrado, foi-lhe feita uma punção lombar, havia a suspeita de meningite que, veio a confirmar-se...parecia que estava a retroceder na recuperaçao...mal se dava conta da minha presença e voltou ao estado letárgico...mas reagiu muito bem à medicação, uma semana depois de ter entrado nos cuidados intemédios da neurocirurgia, passou para enfermaria onde permaneceu uma semana, evoluindo um pouco a cada dia.... 3 semanas depois de ter sido operado, teve alta!!! Mas ainda precisava de ser vigiado porque havia o risco de hidrocefalia,fez um TAC, duas semanas depois, tudo estava bem!

Não é facil lidar com a possibilidade da perda de alguém que nos é querido... Havia o risco de nova hemorragia antes da hora da operação, e se tal acontecesse, seria fatal! Naquele dia, via aminha vida passar á minha frente, como um flash...os bons momentos, os menos bons, os projectos....as pequenas coisas que adiamos(um simples passeio à beira mar, uma ida ao cinema) e que afinal podiamos já não ter oportunidade de as voltar a fazer... E foi por isso que, por mais que a minha familia me dissesse;  "estás horas demais no hospital, tens de descansar" eu estive sempre lá! Só não ficava 24 horas sobre 24 Horas, porque não me era permitido.

Uma semana após a cirurgia

tags:
publicado por Maria L às 13:39
link do post | comentar | ver comentários (4) | favorito
|

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Dezembro 2012

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
28
29
30
31

.posts recentes

. Há quase um ano...

.arquivos

. Dezembro 2012

. Outubro 2012

. Maio 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

.tags

. todas as tags

.links

Online Users
blogs SAPO

.subscrever feeds